Qual seu Estado ? Cidade:

CIDADE - ESTADO

Tecnologia Premiada Da Unb Facilita Identificacao De Edicoes Em Audios


Fonte: g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2019/02/10/tecnologia-premiada-da-unb-facilita-identificacao-de-edicoes-em-audios.ghtml

Tecnologia premiada da UnB facilita identificação de edições em áudios | Distrito Federal | G1 G1 Distrito Federal Tecnologia premiada da UnB facilita identificação de edições em áudios Ferramenta pode ser usada em investigações criminais.Taxa de acerto é de 95%, diz perito. Por TV Globo e G1 DF 10/02/2019 21h01 Atualizado 2019-02-10T23:01:47.198Z Pesquisadores da UnB desenvolveram técnica capaz de mapear edições e fraudes em gravações de áudio — Foto: TV Globo/ Reprodução Pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) desenvolveram uma técnica inédita capaz de mapear edições e fraudes em gravações de áudio. A tecnologia foi premiada pela Sociedade Brasileira de Ciências Forenses (SBCF). Segundo o engenheiro elétrico e perito forense Paulo Max Innocencio, o método usa um código matemático para identificar as alterações no áudio. Eles aparecem em uma frequência que modula o som de forma mais linear e com menos oscilações, na comparação com as ondas "visíveis" de uma análise mais simples. Essa faixa está na frequência de 60 Hz – também conhecida como "faixa do zumbido". É como se fosse um ruído de fundo, abaixo das ondas propagadas pelos sons mais bem definidos. “Essa frequência medida dá um salto nos pontos de edição. Ela pode dar um salto para cima ou para baixo e isso indica uma anomalia", explica o perito. "Por meio dessa anomalia, nós conseguimos identificar o ponto de edição.” Taxa de acerto de 95% Pesquisa da UnB comprova integridade de áudios A taxa de acerto – sobre haver ou não edição no áudio – chega a 95% , afirma Paulo Max. Segundo ele, "é uma classificação mais robusta que a das técnicas anteriores". "Esse índice é real mesmo que a gravação seja ruim, com muitos ruídos." A ferramenta foi desenvolvida durante uma dissertação de mestrado em engenharia elétrica com ênfase em informática forense. Para a diretora de Relações Internacionais da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses, Narumi Pereira Lima, a tecnologia "vai facilitar na área de investigação de áudios", tanto no Brasil quanto no exterior. Caixa de Pandora Aparelhos usados por Durval Barbosa nas gravações que levaram à prisão do ex-governador José Roberto Arruda — Foto: TV Globo O uso de gravações ambientais ou telefônicas como provas em investigação criminal ganhou proeminência nos últimos anos, com a instituição das chamadas "ações controladas". Nestes casos, os investigadores decidem "retardar" a prisão de um suspeito para monitorar e colher mais provas – muitas vezes, usando gravadores para registrar esse acompanhamento. No Distrito Federal, um exemplo é o caso conhecido como Operação Caixa de Pandora. Em 2009, o então governador do DF José Roberto Arruda foi gravado negociando apoio político com deputados distritais. As gravações foram questionadas na Justiça pela defesa de Arruda. Em 2017, os advogados do ex-governador conseguiram autorização para que os áudios fossem periciados. No ano passado, o Instituto de Criminalística da Polícia Federal concluiu que o material gravado não foi editado e nem adulterado. Sobre o caso, até este domingo (10), passados 9 anos do escândalo que também ficou conhecido como Mensalão do DEM, ainda não havia nenhuma condenação definitiva no processo. Veja mais notícias sobre a região no G1 DF. Veja também Anterior Próximo Mais do G1 Minas GeraisTragédia em Brumadinho: após 4 meses, investigados estão soltos e multa não foi pagaBarragem da Vale se rompeu no dia 25 de janeiro. Foram confirmadas 242 mortes e há 28 desaparecidos. Há 48 minutos Minas Gerais Risco em MGSimulação em Cocais prevê 1 h para moradores deixarem área de riscoBoletim revela que deslocamento de paredão de mina chega a 19 cm por dia.Há 10 horas Jornal Nacional União EuropeiaEleições europeias entram no último dia; saiba o que está em jogoPartidos nacionalistas devem ganhar mais força. Há 5 horas Mundo País em criseMaduro e Guaidó aceitam nova rodada de conversas na NoruegaGoverno norueguês se propõe a intermediar negociações para conter impasse. Há 7 horas Mundo MundoNo Japão, Trump diz que continua confiando em Kim Jong-unPresidente dos EUA deu declaração apesar dos mais recentes lançamentos de mísseis pela Coreia do Norte. Há 7 horas Mundo Apreensão no aeroportoSul-africana é presa com 3 kg de cocaína dentro de forno em GuarulhosMulher tentava embarcar em voo para Cotonou, no Benin.Há 46 minutos São Paulo Interior do RioJornalista é morto na porta de casa em Maricá, RJRobson Giorno pretendia concorrer à prefeitura nas próximas eleições; polícia investiga o caso. Há 42 minutos Região dos Lagos Luto na dramaturgiaLady Francisco será velada neste domingo no Teatro Leblon, no RioAtriz morreu aos 84 anos após complicações pós-operatórias.Há 15 horas Rio de Janeiro Festival de cinema'Bacurau' vence Prêmio do Júri no Festival de CannesHá 16 horas Cinema Diretores de 'Bacurau' celebram premiação de filmes nordestinosHá 13 horas Pernambuco Veja mais G1 Últimas Notícias © Copyright 2000-2019 Globo Comunicação e Participações S.A.
... ++ Mais

TAGS:

Tecnologia premiada facilita identificação edições áudios Distrito Federal Distrito Federal Tecnologia premiada facilita identificação edições áudios Ferramenta pode usada investigações criminais.Taxa acerto perito. Globo 10/02/2019 21h01 Atualizado 2019-02-10T23:01:47.198Z Pesquisadores desenvolveram técnica capaz mapear edições fraudes gravações áudio Foto: Globo/ Reprodução Pesquisadores Universidade Brasília (UnB) desenvolveram técnica inédita capaz mapear edições fraudes gravações áudio. tecnologia premiada pela Sociedade Brasileira Ciências Forenses (SBCF). Segundo engenheiro elétrico perito forense Paulo Innocencio método código matemático para identificar alterações áudio. Eles aparecem frequência modula forma mais linear menos oscilações comparação ondas "visíveis" análise mais simples. Essa faixa está frequência também conhecida como "faixa zumbido". como fosse ruído fundo abaixo ondas propagadas pelos sons mais definidos. “Essa frequência medida salto pontos edição. pode salto para cima para baixo isso indica anomalia" explica perito. "Por meio dessa anomalia nós conseguimos identificar ponto edição.” Taxa acerto Pesquisa comprova integridade áudios taxa acerto

HTML Box Comentário está carregando comentários ...