Qual seu Estado ? Cidade:

CIDADE - ESTADO

Protecao Definitiva Contra Hackers Tem Poucos Atomos De Espessura


Fonte: www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=protecao-definitiva-contra-hackers-tem-poucos-atomos-espessura

Proteção definitiva contra hackers tem poucos átomos de espessura Informática Proteção definitiva contra hackers tem poucos átomos de espessura Redação do Site Inovação Tecnológica -  07/12/2017 As camadas atômicas individualmente emitem luz, mas em multicamadas as propriedades mudam, com regiões aleatórias que emitem ou bloqueiam a luz. Esse padrão aleatório pode ser traduzido em uma chave de autenticação. [Imagem: NYU Tandon/Althea Labre] Criptografia no hardware Muitos especialistas em ciência da computação e segurança da informação afirmam que só estaremos a salvo de hackers e roubos de informações quando a segurança for incorporada no hardware. Até agora a indústria não encontrou uma forma de viabilizar essa nova camada de proteção aos usuários, por isso tem havido um interesse crescente no desenvolvimento de mecanismos que sejam baratos e que possam ser incorporados nos aparelhos eletrônicos convencionais. Uma opção promissora acaba de ser desenvolvida por Abdullah Alharbi, da Universidade de Nova Iorque, nos EUA. Ele usou cristais de molibdenita, um dos materiais mais promissores para o futuro da computação, para criar primitivas de cibersegurança virtualmente impossíveis de serem clonadas. As estruturas em camadas incorporam a aleatoriedade, um comportamento essencial para a construção das primitivas de segurança que devem criptografar e proteger os dados do computador - fisicamente, direto no hardware, e não por programação. Proteção física contra hackers Normalmente a molibdenita é um material formado por apenas uma camada atômica, mas a equipe cultivou os cristais em camadas. Ao variar a espessura de cada camada, eles descobriram ser possível ajustar o tamanho e o tipo da estrutura da banda de energia (bandgap), que por sua vez afeta as propriedades do material. "Na espessura de monocamada, este material tem as propriedades ópticas de um semicondutor que emite luz, mas em várias camadas as propriedades mudam e o material já não emite luz. Esta propriedade é exclusiva desse material," explica o professor Davood Shahrjerdi, coordenador da equipe. Ajustando o processo de crescimento do material, o filme vai incorporando aleatoriamente regiões que emitem ou não emitem luz. Ao final, quando o material pronto é exposto à luz, esse padrão se traduz em uma chave de autenticação única que pode proteger componentes de hardware com um custo mínimo - não dá pra fazer outro igual. Incorporadas em circuitos integrados, essas primitivas de segurança à prova de clonagem podem ser usadas para proteger ou autenticar fisicamente o próprio hardware ou as informações digitais. Elas interagem com um estímulo - neste caso, a luz - para produzir uma resposta única que pode servir como uma chave criptográfica. "Não são necessários contatos metálicos e a produção pode ocorrer independentemente do processo de fabricação dos chips," destaca Shahrjerdi. "É segurança máxima com um investimento mínimo". Bibliografia: Physically Unclonable Cryptographic Primitives by Chemical Vapor Deposition of Layered MoS2Abdullah Alharbi, Darren Armstrong, Somayah Alharbi, Davood ShahrjerdiACS NanoVol.: Article ASAPDOI: 10.1021/acsnano.7b07568 Outras notícias sobre: Mais Temas  Receba nossas notíciasem seu e-mail  Notícias relacionadas Rede neural inspirada no cérebro detona CAPTCHAsArquitetura de Objetos Digitais pode melhorar gestão de informaçõesUse seu coração como senha - ninguém tem um igualMensagem alienígena simulada é decodificada rapidamente por voluntáriosA menor "caixa" para armazenar bits quânticosRede quântica segura demonstrada em condições urbanas reais Mais lidas na semana Esqueça os androides: A robótica vai se incorporar na matériaMarte: Como produzir oxigênio e combustível para a voltaMetamaterial transforma força linear em rotação - sem virabrequimAlto-falantes são miniaturizados e ainda ganham em qualidadeVoyager usa motores pela primeira vez depois de 37 anosHidrogênio é extraído do metano sem produzir CO2Objetos plásticos conectam-se à rede WiFi sem eletrônicos e sem bateriasExperimento faz tempo andar para trás Copyright 1999-2016 www.inovacaotecnologica.com.br. Todos os direitos reservados.É proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sem prévia autorização por escrito.  
... ++ Mais

TAGS:

Proteção definitiva contra hackers poucos átomos espessura Informática Proteção definitiva contra hackers poucos átomos espessura Redação Site Inovação Tecnológica -  07/12/2017 camadas atômicas individualmente emitem multicamadas propriedades mudam regiões aleatórias emitem bloqueiam luz. Esse padrão aleatório pode traduzido chave autenticação. [Imagem: NYU Tandon/Althea Labre] Criptografia hardware Muitos especialistas ciência computação segurança informação afirmam estaremos salvo hackers roubos informações quando segurança incorporada hardware. agora indústria encontrou forma viabilizar essa nova camada proteção usuários isso havido interesse crescente desenvolvimento mecanismos sejam baratos possam incorporados aparelhos eletrônicos convencionais. opção promissora acaba desenvolvida Abdullah Alharbi Universidade Nova Iorque EUA. usou cristais molibdenita materiais mais promissores para futuro computação para criar primitivas cibersegurança virtualmente impossíveis serem clonadas. estruturas camadas incorporam aleatoriedade comportamento essencial para construção primitivas segurança devem criptografar proteger dados computador fisicamente direto hardware programação. Proteção física contra hackers Normalmente molibdenita material formado apenas camada atômica equipe cultivou cristais camadas. variar espessura cada camada eles descobriram possível ajustar tamanho tipo estrutura banda energia (bandgap) afeta propriedades material. espessura monocamada este material propriedades ópticas semi Proteção definitiva contra hackers poucos átomos espessura Informática Proteção definitiva contra hackers poucos átomos espessura Redação Site Inovação Tecnológica -  07/12/2017 camadas atômicas individualmente emitem multicamadas propriedades mudam regiões aleatórias emitem bloqueiam luz. Esse padrão aleatório pode traduzido chave autenticação. [Imagem: NYU Tandon/Althea Labre] Criptografia hardware Muitos especialistas ciência computação segurança informação afirmam estaremos salvo hackers roubos informações quando segurança incorporada hardware. agora indústria encontrou forma viabilizar essa nova camada proteção usuários isso havido interesse crescente desenvolvimento mecanismos sejam baratos possam incorporados aparelhos eletrônicos convencionais. opção promissora acaba desenvolvida Abdullah Alharbi Universidade Nova Iorque EUA. usou cristais molibdenita materiais mais promissores para futuro computação para criar primitivas cibersegurança virtualmente impossíveis serem clonadas. estruturas camadas incorporam aleatoriedade comportamento essencial para construção primitivas segurança devem criptografar proteger dados computador fisicamente direto hardware programação. Proteção física contra hackers Normalmente molibdenita material formado apenas camada atômica equipe cultivou cristais camadas. variar espessura cada camada eles descobriram possível ajustar tamanho tipo estrutura banda energia (bandgap) afeta propriedades material. espessura monocamada este material propriedades ópticas semicondu

HTML Box Comentário está carregando comentários ...