Qual seu Estado ? Cidade:

CIDADE - ESTADO

Pesquisa Comprova Relacao Entre Baixo Investimento Em Saneamento E Problemas De Saude


Fonte: g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2018/11/07/pesquisa-comprova-relacao-entre-baixo-investimento-em-saneamento-e-problemas-de-saude.ghtml

Pesquisa comprova relação entre baixo investimento em saneamento e problemas de saúde | Maranhão | G1 G1 Maranhão Pesquisa comprova relação entre baixo investimento em saneamento e problemas de saúde Segundo a CNI, no Maranhão, apenas 30% da população tem saneamento básico, e mesmo onde o serviço chega a qualidade não é garantida. Por Alex Barbosa, G1 MA — São Luís 07/11/2018 10h53 Atualizado 2018-11-07T15:01:20.537Z Pesquisa comprova relação entre baixo investimento em saneamento e problemas de saúde Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que os municípios com baixo investimento público em saneamento básico têm altos índices de doenças relacionadas a deficiência no serviço de água e esgoto. Segundo o relatório, a situação melhora em municípios que recebem investimento privado. A matéria foi destaque no Bom Dia Brasil desta quarta-feira (7). De acordo com a CNI, entre os anos de 2014 e 2016, foram investidos pouco mais de R$ 60 em saneamento por habitante. No topo desse ranking negativo estão os estados de Rondônia que investiu apenas R$ 25,40 por pessoa, Amapá com R$ 30,44, seguido do Amazonas com R$ 38,74, Piauí com R$ 43,08, Pará com R$ 47,81 e o Maranhão com R$ 55,13. Se o investimento é baixo, o serviço não chega. No Pará e em Rondônia, por exemplo, menos de 10% da população tem acesso à rede de esgoto. No Maranhão, apenas 30% da população tem saneamento básico, e mesmo onde o serviço chega a qualidade não é garantida. No Maranhão apenas 30% da população tem saneamento básico, diz CNI — Foto: Reprodução/TV Globo Em uma das áreas mais valorizadas de São Luís o problema do esgoto é crônico. Nos últimos anos foram sendo construídos prédios e mais prédios e o sistema não comportou, e o resultado são ruas alagadas, com água suja e que cheira mal. O problema é tão grave que no ano de 2017 a Justiça determinou que nenhuma nova edificação pode ser erguida na região, até que a rede de esgoto seja ampliada. O empresário Pablo Munin diz que a falta de saneamento prejudica a imagem de São Luís, que é considerada uma cidade turística. “Nós estamos diante de um bairro que o metro quadrado é mais caro da ilha de São Luís e aí a gente não ter esgoto é um absurdo para uma capital, para uma cidade turística”, reclamou. Três cidades do Maranhão privatizaram o serviço de saneamento básico, de acordo com estudo da CNI — Foto: Reprodução/TV Globo De acordo com o estudo da CNI, nos municípios que terceirizaram o saneamento o investimento aumentou. No Maranhão três cidades privatizaram o serviço. Em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana da capital, o investimento aumentou em 36 vezes depois da terceirização. O fornecimento de água que atendia 43% da população passou para 60%. O de esgoto ainda não foi informado. Os dados mostram ainda uma relação direta entre o baixo investimento e as doenças causadas pela falta de saneamento. Para o sanitarista Lúcio Macedo a falta de infraestrutura aumenta o surto de doenças como a dengue, a chicungunya e a zika. “Afeta nossa população eminentemente carente de infraestrutura sanitária, principalmente, com as verminoses em primeiro plano e as diarréias. Segue-se a dengue, a chicungunya e a zika”, finalizou. Falta de infraestrutura aumenta o surto de doenças como a dengue, chicungunya e a zika, diz sanitarista Lúcio Macedo — Foto: Reprodução/TV Globo MAIS DO G1 ArgentinaSubmarino argentino que desapareceu há 1 ano com 44 tripulantes é encontradoHá 9 horas Mundo Embarcação de 1983 está no mesmo lugar onde foi detectada possível explosão Há 2 horas Mundo Veja quem estava a bordo do submarinoHá 2 horas Mundo PolíticaSem cubanos, 600 cidades podem ficar sem médico, diz conselho de secretarias municipaisAgora Política Marginal PinheirosVÍDEO: viaduto que cedeu em SP é pichado; estrutura sofre novo abaloTrabalho de escoramento da pista continua; circulação de trens no local está suspensa.Há 9 minutos São Paulo Rio de JaneiroMP pede bloqueio de R$ 7,2 milhões em bens de ex-procurador do RJ presoCláudio Lopes é suspeito de receber propina para favorecer grupo de Sérgio Cabral.Há 5 horas Rio de Janeiro Eleição em números62 deputados federais se elegeram sem dinheiro de partidosLegendas deram R$ 429 milhões a candidatos que conseguiram mandato na Câmara.Há 4 horas Eleição em Números Eleições 2018 Tragédia nos EUAPassa de mil o nº de desaparecidos em incêndios na Califórnia; 74 morreram Há 10 horas Mundo NevascaTempestade de neve surpreende NY e causa 7 mortes nos EUAEscolas foram fechadas e 400 mil ficaram sem energia elétrica.Há 15 horas Mundo Veja mais G1 Últimas Notícias © Copyright 2000-2018 Globo Comunicação e Participações S.A.
... ++ Mais

TAGS:

Pesquisa comprova relação entre baixo investimento saneamento problemas saúde Maranhão Maranhão Pesquisa comprova relação entre baixo investimento saneamento problemas saúde Segundo Maranhão apenas população saneamento básico mesmo onde serviço chega qualidade não garantida. Alex Barbosa São Luís 07/11/2018 10h53 Atualizado 2018-11-07T15:01:20.537Z Pesquisa comprova relação entre baixo investimento saneamento problemas saúde pesquisa Confederação Nacional Indústria (CNI) apontou municípios baixo investimento público saneamento básico têm altos índices doenças relacionadas deficiência serviço água esgoto. Segundo relatório situação melhora municípios recebem investimento privado. matéria destaque Brasil desta quarta-feira (7). acordo entre anos 2014 2016 foram investidos pouco mais saneamento habitante. topo desse ranking negativo estão estados Rondônia investiu apenas 2540 pessoa Amapá 3044 seguido Amazonas 3874 Piauí 4308 Pará 4781 Maranhão 5513. investimento baixo serviço não chega. Pará Rondônia exemplo menos população acesso rede esgoto. Maranhão apenas população saneamento básico mesmo onde serviço chega qualidade não garantida. Maranhão apenas população saneamento básico Foto:

HTML Box Comentário está carregando comentários ...